sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Um grande desafio: Ser mãe


Ser mãe é um grande desafio, os filhos exigem atenção e dedicação em tempo integral. Poucas vezes a mãe consegue preocupar-se apenas com as suas coisas. Frequentemente precisa estar atenta as necessidades dos filhos, que a exigem cada vez mais. Todo esse trabalho e correria, acabam por alterar o humor, e muitas vezes acabamos por ser agressivas e menos tolerantes, não é mesmo?

Calma, sabemos que não há escola de mães! Aprende-se na caminhada! Aprendemos fazendo! Mas também é verdade que, na ânsia de acertar, podemos cometer erros e nos desviarmos do verdadeiro propósito de ser mãe.

Uma situação comum: Quantas vezes eu e você já ouvimos, ou até falamos que gostaríamos de oferecer aos filhos tudo que não tivemos? Porém o que não tivemos não é exatamente o que os filhos querem ou precisam. 


Outra situação é que muitas mães temem dizer não aos filhos, pois os mesmos quase morrem de tanto chorar. Esse mês conheci uma menina de 2 meses, onde a mãe relatou que a criança só dormia no colo e perto dela, se colocasse ela no berço e deixasse para dormir, a menina chorava até quase perder o ar. Em função disso, a mãe andava para todo lado com a criança nos braços. Pouco podia fazer em casa, pois a filha não lhe dava folga. No final das contas, a filha estava no controle da casa.

Infelizmente, devido a vários fatores, permitimos ser dominadas pelos filhos e suas vontades. Mas a Palavra de Deus diz: “... mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe” Provérbios 29:15. Não podemos deixar os filhos fazer o que querem, precisamos ensinar a obediência. Precisamos fazer com que a criança entenda que quem está no controle é a mãe, pois é o instrumento de Deus para a ensinar. Sim, é algo bem difícil! Não existe um manual, onde seguimos as instruções e tudo dá certinho sem imprevistos.

Principalmente com um bebê não é? Nossa maior dúvida é, será que ele já entende? As vezes acontecem situações que pensamos que sim. Mas logo acontecem situações que pensamos que não... rsrs... Sim, eu sei como é complicado! Mas, com muito amor e a direção de Deus, conseguimos! Temos que pensar, que enquanto bebê e criança é o momento que temos para ensinar os princípios e valores aos nossos filhos. Pois quando tiverem na adolescência e juventude, eles já tomam decisões sozinhos, e sem uma base, é bem provável que errem em suas decisões!


Provérbios de Salomão diz: “O filho sábio alegra a seu pai, mas o filho insensato é a tristeza de sua mãe”. Provérbios 10:1. É nossa responsabilidade ensinar nossos filhos, mostrar-lhes o caminho da Salvação, orientá-los na verdade e nos valores cristãos.

Efésios 6:4, deixa claro que não devemos provocar a ira dos filhos. Não devemos provocá-los, instigá-los a raiva e ao comportamento odioso. Devemos ensinar o que é certo em amor, dedicação e exemplo. Orientá-los e admoestá-los no caminho da Palavra de Deus.


Nós mães precisamos dedicar nosso tempo para estar com nossos filhos mostrando o que é certo. Muitas vezes o nosso erro é viver na correria. Podemos trabalhar fora, podemos estudar, mas não podemos esquecer da nossa missão tão importante que é ser mãe. E ser mãe exige tempo, dedicação. Exige de nós praticar o ser cristã e gerar imitadores de Cristo.

Não podemos nos dobrar as birras e choros escandalosos de nossos filhos. Precisamos mostrar que temos controle sobre nossas emoções porque, estão debaixo da graça do Senhor, lembre-se que domínio próprio é fruto do Espírito. E que desta forma não nos permitimos sair da posição que Ele tem nos colocado: de abençoadoras de nossos filhos.

Reforce sempre o comportamento correto, e não reforce a falha. Não dê o que o filho pede chorando, ao contrário, dê o que ele pedir com as palavrinhas da educação. Ensine seus filhos que a frase que diz: "Quem não chora não mama" não serve para sua casa, em seu lar o Senhor tem outro mandamento, obedeça e comerá o melhor dessa terra.

Converse com seus filhos em amor, e nunca tome atitudes com eles em momentos que esteja com raiva. Acalme-se e converse explicando o que você quer e como quer. Esqueça o óbvio e explique tudo que quer, não espere que seu filho adivinhe o que você quer que ele faça. Não espere que seu filho conheça tudo sobre o bom comportamento, explique, mostre, valorize quando ele fizer, incentive e se necessário repita todos esses passos novamente. 


Se prometer algo cumpra, não estabeleça metas muito altas, que nem mesmo você dá conta delas. Seja franca e serena, busque em Deus sabedoria, em Sua palavra, há muitos versículos referindo-se à educação de filhos.

Seja sóbria se seu filho lhe contou algum erro, acolha e perdoe, e ensine o que é o certo. Não coloque medo em seus filhos, mostre regras e as cumpra. Explique a lei da semeadura, e diga quais as sementes que estão disponíveis para ele e que tipo de árvores podem surgir. Incentive que eles sempre falem a verdade, e elogie.

No mais, mamães, Deus é com vocês! Creia, entregue seus filhos constantemente na presença do Senhor. Lembre-se, seus joelhos dobrados em oração, colocam as mãos do Senhor sobre a Herança que Ele lhe deu para cuidar e ensinar no caminho que devem andar.

Dedique tempo de oração por seus filhos e com seus filhos. DesejOro que o Senhor derrame o óleo da alegria sobre ti e que você experimente com Ele e seus filhos a graça da maternidade em Deus!


Texto escrito por Sandra Lopes e Renata Moura
Ministério Virtuosas Ipub

Siga-nos nas Redes Sociais: Facebook e Instagram
Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Não sou mãe haha mais amei o post ♥ beeijo
    www.diariodasdicas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha.. mas um dia será Paulinha!! Que bom que gostou!!! Já vai ficando por dentro do assunto rsrs... Beijooo. e obrigada pelas visitinhas!!!

      Excluir
  2. Ser mãe também é um dom, lindo e verdadeiro o post, adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Cris!!! É um dom mesmo, que Deus nos dá quando queremos exercer esse papel tão importante!! Beijo!!

      Excluir
  3. Que lindo Re...sabias palavras...É dom de Deus mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Nossa eu ainda não sou mãe! Mais que belas palavras sabias !
    Espero ter esse dom, amém!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Rafa! Vai sim... a nossa capacidade vem de Deus!!! Beijo!!

      Excluir