quarta-feira, 29 de abril de 2015

Contando História


Contar uma história para uma criança não é tarefa fácil para adultos com a cabeça cheia de trabalho e de problemas a resolver, pois tendem a racionalizar tudo e não consegue entrar no mundo de faz de conta que é necessário para a compreensão da criança. Quero aqui, deixar algumas dicas.

A criança ainda não foi moldada para pensar como adultos, portanto, pensa "fora da caixinha", criando mundos e situações surreais e super divertidas! Entendendo isso, já podemos compreender o que temos que fazer: "pensar fora da caixinha".


Despido de toda vergonha, entre nesse mundo irreal da criança e comece a ser como ela, interprete os personagens ao ler um livro, se é uma velhinha, faça a voz rouca, se é um homem, voz grossa e assim por diante, brinque com sua voz e também com seus gestos, se o livro pedir, pule, de risada, faça o barulhinho da chuva, tudo é valido para entrar com a criança em um lugar cheio de imaginação e diversão.

Mas qualquer livro serve? Digo não! Repito o que já escrevi em outros textos: não subestime a inteligência da criança. Compre livros ricos em palavras, não é porque é criança que deve ter um vocabulário pobre, é aí que se deve investir em livros que contenham história, com começo, meio e fim e palavras que possam enriquecer o vocabulário da criança.




Com esse misto de histórias inteiras, palavras enriquecedoras e muita imaginação, a criança cresce e compreende de forma mais natural o mundo ao redor, leia para uma criança e descubra um mundo novo você também!

Texto Escrito pela Pedagoga Priscila Vieira para o Projeto Virtuosas
(Direitos Reservados)
Comentários pelo Facebook
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário